EU NÃO SEI NA VERDADE QUEM EU SOU.




Hoje pela manhã passei por uma rua que há dez anos era o meu caminho para a escola e, confesso, foi um tanto estranho me ver "do outro lado". Algumas crianças passavam por ali com o mesmo uniforme bordô que um dia vesti. Os comerciantes corriam para abrir as mesmas lojas e os mesmos ônibus levavam para lá e para cá pessoas de todos os tipos, para todos os cantos.

Desta vez eu era uma dessas pessoas que correm como se o dia fosse acabar no minuto seguinte e parecem estar sempre atrasadas – por milagre, desta vez eu não estava. Enquanto caminhava na direção contrária a da escola, me vi lembrando quem eu era, de quais eram meus sonhos, meus medos e meus desejos mais secretos. Me perguntei, então, quem sou hoje e onde foi parar aquela menina ingênua... Tão ela.. Tão... Eu.

Por coincidência, chegando ao meu destino, me pediram que fizesse uma redação e ao olhar o tema, sorri descaradamente. A frase "Quem Sou Eu?" estampada na folha em branco carregava tanta história e nem sabia. Decidi, então, colocar no papel a minha experiência daquele mesmo dia e acrescentar aquele tom de quem escreve não só pra encher o "mínimo de 15 linhas". Coloquei-me naquele papel como quem se coloca em uma vitrine.

Eu até poderia me resumir às informações presentes na ficha que acabara de preencher, com todos os dados necessários para ser julgada, localizada, analisada e condenada. Poderia também ser apenas aquilo que escrevi numa dinâmica, sobre as coisas que guardo no coração, alguns medos e coisas que não aprovo, mas a verdade é que a resposta para esta pergunta muda a cada segundo. Ninguém é a mesma coisa o tempo todo.

Posso ser a filha rebelde, a esposa carinhosa, a dona de casa elétrica, a escritora insone e a amiga ouvinte. Percebe? Essas são apenas as coisas que sou para os outros. E para mim? Quando ninguém mais está por perto e não há expectativas para atingir? Quem sou eu quando me olho no espelho, nua, crua e livre de máscaras?

Me atrevo a dizer que não tenho certeza ainda e talvez nem exista uma resposta correta, talvez ela ainda esteja em processo de formação ou, simplesmente, não exista uma única resposta. A única certeza que me cerca no momento não será suficiente para preencher as 20 linhas solicitadas.

Eu sou muito mais do que posso escrever.

♥ ♥ ♥

1 comentários :

Postar um comentário

E aí, o que achou? :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...