RAUL & THEO: ENQUANTO HOUVER NÓS.



 ♥ Ouça enquanto lê: Corrine Bailey Rae - Your Love is Mine 

Sentados sob as estrelas e com a vastidão do mar como companhia, quebrou o silêncio de suas vozes ao sorrir baixinho e entrelaçar-lhe os dedos.

— Posso te pedir uma coisa?

— Uai. Pode... — Theo franziu a testa, com um ar de espanto.

— Promete que, enquanto eu for capaz de despertar o seu sorriso, enquanto meus lábios formarem um encaixe perfeito nos seus e puderem saciar, em beijos, sua sede de amar, você não desiste de mim?

Pensativo por alguns instantes, talvez ainda sem entender aquele rompante de um garoto inseguro, mesmo com tantas certezas que ele já dera em querer estar ao seu lado, respondeu:

— E porque eu desistiria?

— Eu sou imperfeito. — disse Raul, retraindo o corpo como se tentasse se proteger — Tenho tantos sonhos inacabados, desejos reprimidos... Tanta vontade de viver algo maior, mas com medo de não dar certo...

— Ninguém entra na vida da outra pessoa por acaso. — Theo respondeu deitando a cabeça sobre seu ombro esquerdo. — Vivemos em constante aprendizado. Os erros, os acertos, o tempo todo buscamos encontrar o equilíbrio dentro de nós. O problema é que nem sempre conseguimos alcançá-lo sozinhos. Essa é a importância das pessoas que cruzam nosso caminho: despertar em nós uma consciência fora da nossa concha.

Levantou-se trazendo Raul consigo e aconchegando-se em seu abraço, continuou:

— Não sabemos do amanhã. Hoje, tudo o que eu mais desejo é continuar caminhando ao seu lado. Aprender contigo a ver o mundo de forma mais leve, com mais flores no caminho, com mãos dadas e gestos de amor. Mas também te ensinar a se jogar mais no mundo, a viver mais intensamente a paixão que nos envolve. Sendo assim, não prometo não desistir de você. Prometo não desistir de nós! Enquanto pudermos aprender um com o outro, enquanto mantivermos o equilíbrio de sermos eu, você e de sermos nós, prometo não soltar a sua mão. E aí? Topa?

♥ ♥ ♥

VITOR VILAS BÔAS

Baiano, professor de história, apaixonado por política, café basquete, fórmula 1, natureza e pizza de atum com catupiry. Hoje caminha sem muita pressa pelas ruas de Aracaju, deixando as ideias fluírem através do encanto captado pelos seus olhos e ouvidos. Anda, frequentemente, de sorriso e coração abertos, vivendo com a intensidade que os seus 30 anos ensinaram.

0 comentários :

Postar um comentário

E aí, o que achou? :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...