10 Primaveras Atrás









Hoje é o nosso dia, sabia? Tá todo mundo comentando. No trabalho, em casa, na família, nas redes sociais, celular não para e o sorriso tem causado até uma leve dor nas bochechas. Ah, esqueci... Rede social é tipo o seu fotolog, só que melhor (pelo menos é isso que parece, mas o resto você aprende depois). E, sim, você tem um emprego. Não é o sonho da sua vida, ainda, mas ele paga suas contas e te proporciona muitas risadas ao longo do dia, muitas histórias pra contar e muita inspiração. Por falar nisso, tenho um pedido. Guarde todos aqueles rabiscos que você acha que são insignificantes. Eles um dia te farão alcançar o mundo todo. É sério, tem gente até da Espanha que vai querer te ler, fiquei sabendo esses dias. Sim, menina, as pessoas querem te ler. Não se assuste. Isso que você acha que é um peso vai ser visto como dom em breve. Você vai conhecer pessoas lindas, pessoas doces, pessoas que escrevem como você, pessoas que se encantam com cada vírgula que tuas mãos escrevem. Mas te peço, toma cuidado. Você também vai conhecer gente que se aproxima pro mal, gente que quer sugar, diminuir e atacar. Não se preocupe, menina. Eu te garanto, você irá superar.



Ah, se eu pudesse te poupar de toda dor que vai te alcançar nos próximos anos... Eu não o faria. Sinto muito, menina, mas você precisa aprender por conta e sobreviver. Você vai perder muitos "amigos". Vai sentir muita falta deles, mas vai passar. Acredite, você ficará melhor assim. Não se sinta tão mal, elas aprenderão no tempo certo que amizade é mais do que ser companhia pra passear no shopping. Em contrapartida, você jajá vai descobrir o que é se apaixonar, andar de mãos dadas, sorrir pra reciprocidade e ser - já - um tanto mulher. Vão acariciar seu rosto com carinho e você vai sentir uns arrepios diferentes. Aproveite! Se descubra. Só respeite. Seu corpo e seus valores. E não permita que ninguém faça o contrário!

Esse cheiro de ausência que você tem sentido e esses pesadelos... Bom, eles se tornarão realidade e eu, infelizmente, não pude evitar. Você vai ganhar uma estrela no céu em breve. Sim, o teu grande herói está pertinho de te deixar, mas é só fisicamente. Prometo. Chore o quanto quiser, mas ele vai te visitar em sonhos e vai te confortar. Tenha calma, menina. Ele nunca vai te deixar e sempre - mesmo - que você precisar ele vai te cuidar, te olhar e te acalmar. Não é crime ter sonhos de menina, juro.

Algumas pessoas vão se aproveitar da sua ingenuidade. Vão te iludir e te machucar. Por favor, eu imploro, tenta me ouvir um pouco e se prepara. Sei que você tem essa pose de mulherão, desde cedo, mas você ainda é menina. Droga, sua teimosia só te permite aprender depois do tapa na cara! Posso pelo menos avisar que, dessa vez, vai doer mais do que o esperado? Você vai ver coisas maravilhosas nos próximos anos, até me conhecer, mas vai sofrer mais do que nunca. Você será humilhada, ferida, desrespeitada, abandonada e desafiada. Você vai querer desistir todos os dias. Você vai desejar não acordar na manhã seguinte. E, depois de tudo isso, a calmaria ainda estará longe. Por favor, eu imploro, não desista. Vai pesar, vai doer, vai rasgar tudo por dentro e você vai gritar, vai berrar, mas ninguém vai te ouvir. Eu vou, mesmo que você não saiba explicar exatamente aonde-como-porqueéque dói. Ainda.

Você vai fazer novos amigos e eles irão se juntar aos antigos e verdadeiros. Eles serão sua base, moça. Valorize-os. Num futuro não tão distante eles serão sua nova família e são eles que irão te arrancar de casa quando você quiser se fechar pro mundo. Depois de algum tempo você vai voltar a caminhar sozinha e vai conhecer a noite, alguns bares e muita gente legal. Beije muito. Se divirta. Dance como se todos estivessem olhando e não se importe. Se ame mais. Mas, aviso, você ainda vai (re)cair. Vão te quebrar as pernas, de novo, moça. Vão te ferir na espinha e vão te tirar o chão. Você vai rastejar por algum tempo, até aprender a caminhar desacompanhada. Sozinha, nunca. E é aí que você vai aprender o que é fé. Sobre ela eu nada falarei. Espere e verá. Ela é linda e pura.

Vai rolar um spoiler sobre amor agora, não resisto. Se quiser, pode pular essa parte.

Numa noite qualquer, num desses bares, alguém vai te sorrir e o tempo vai parar. Você vai sorrir de volta, mesmo sem saber o motivo. Não se assuste, fiz questão de deixar algumas placas luminosas onde você vai ler *CORRE*, *PERIGO*, *FODEU* e *FOGE ENQUANTO DÁ TEMPO*, mesmo sabendo que você vai ignorar e vai se apaixonar mesmo assim. Então, só posso aconselhar que ignore qualquer julgamento, qualquer preconceito, medo, frescura, insegurança. Viva esse sorriso. Você vai se (re)conhecer nesse olhar e se descobrir diferente de tudo que já viveu nessa vida. Lembra das mãos dadas? Esqueça. Nada se compara com o que você vai viver dessa vez. Você vai conhecer o amor daqueles filmes que você assiste hoje, eu prometo. Ele existe! Alguns ventos tentarão afastar vocês, exatamente como nos filmes, mas é tudo brisa leve demais pra derrubar o que vão construir. Moça, devo avisar que casamento não é coisa fácil e você vai precisar de mais do que colo e carinho, mas você vai tirar de letra. Só vai levar um tempo. Nem eu sei ainda quanto tempo, tô no meio do processo, mas acho que vamos nos dar bem. A companhia certa nós já temos e ela é linda de viver.

Bom, acho que já falei de tudo que posso te adiantar e... Peraí, eu não posso me despedir sem contar por qual motivo estou te escrevendo. Lembra que eu falei daqueles rabiscos? Pois é. No meio de uma das sua mudanças - de status, de endereço... - você vai achar algumas folhas, as que sobreviveram ao seu último surto de desistência, e vai retomar o gosto pela escrita. Esse achado vai mudar sua vida. Mesmo. Você terá um tanto de vergonha no começo, mas vai acostumar. Vai conhecer pessoas maravilhosas por causa deles e vai aprender muito com elas. Aproveite o máximo que puder. Sinta o carinho que terão com suas palavras. É por causa desse carinho que te escrevo hoje. É por causa desse carinho que você vai abolir do seu vocabulário a palavra "desistência", vai por mim. As surpresas eu vou continuar sem te contar, mas valerão a espera.

Agora sim, finalizo essa carta te pedindo pra seguir em frente, pra manter o carão, pra não dar ouvidos aos imbecis que tentam te diminuir falando do teu cabelo, do teu corpo, da sua voz e do seu jeito - quase nada - destrambelhado de ser. O que importa, hoje, é que você... Eu... Nós somos de verdade. Isso assusta as pessoas. Não se importe. Não dê ouvidos. Anota aí, um dia a Jessie J vai te ensinar...

"Não perca sua essência"

Foto: Arquivo Pessoal / 2006

0 comentários :

Postar um comentário

E aí, o que achou? :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...